Fórum geral
Avatar do Utilizador
By as_shariff
#78374
SeteGu Escreveu:Acho que estás novamente enganado as_shariff.

Há muitos anos que a Honda faz motores a gasolina turbinados... para o mercado Americano usando a Acura.


Isso é uma gotas no oceano... tendo em conta o número de vendas! Ainda para mais é fácil/seguro meter um turbo num carro com mais cilindrada do que inovar como fizeram os europeus e a Ford!
Num carro a nível global e que toda a gente conhece (civic), só o fizeram agora!
Nas versões mais baixas, continuam a ser motores fiáveis, mas para mim claramente abaixo da concorrência! Para mim não faz muito sentido poder equacionar um Civic 1.4 100cv, quando tenho um Ford 1.0 ecoboost 125cv pelo mesmo preço!
Avatar do Utilizador
By SeteGu
#78375
Para a Honda uma gota no oceano é o mercado Europeu... ainda para mais num Type-R (ainda que tenha bastante visibilidade por aqui).

Turbo com mais cilindrada?
A Honda já usa 2.0 turbinados há muito tempo nos Acura. É disso que estamos a falar.

A Honda também irá lançar um motor assim em breve, infelizmente. Eu prefiro os tradicionais 1.2/1.4 (ou melhor, 1.3) i-VTEC.
Até porque vai haver uma versão de um desses motores com injeção direta e acho que ainda mais potência ficando o manco como motor base.

Esses motores mancos turbinados é mais para Inglês ver dado que, na prática, acabam por consumir o mesmo.
Avatar do Utilizador
By as_shariff
#78376
SeteGu Escreveu:Para a Honda uma gota no oceano é o mercado Europeu... ainda para mais num Type-R (ainda que tenha bastante visibilidade por aqui).

Turbo com mais cilindrada?
A Honda já usa 2.0 turbinados há muito tempo nos Acura. É disso que estamos a falar.

A Honda também irá lançar um motor assim em breve, infelizmente. Eu prefero os tradicionais 1.2/1.4 (ou melhor, 1.3) i-VTEC.
Até porque vai haver uma versão de um desses motores com injeção direta e acho que ainda mais potência ficando o manco como motor base.

Esses motores mancos turbinados é mais para Inglês ver dado que, na prática, acabam por consumir o mesmo.


Gota no oceano é a percentagem que a Acura vende/vendeu motores turbinados nos EUA! Aliás, eles lá acabam por nem ter muito a cultura dos carros turbo e por alguma coisa, a Honda só disponibilizou esses motores turbo, através da Acura!

Obviamente a Europa para a Honda será também uma gota no oceano, mas isso agora, até para o grupo FIAT é! É a já conhecida lei da procura e da oferta... é mais fácil expandir para novos mercados onde não seja preciso investir/inovar muito e onde a concorrência não seja tão forte. A Honda já tem tradição em mercados onde algumas marcas europeias ainda não penetraram.
Ainda assim o facto de terem lançado 2 motores diesel nos últimos tempos e agora este novo type R turbinado, só prova que o mercado europeu ainda lhe diz qualquer coisa.

A questão dos carros turbo não tem a ver só com os consumos... devias conduzir um para perceber isso! Porque é que actualmente 98% dos carros a diesel têm turbo? É uma questão de agradabilidade de condução! Não se fazem corridas em 90% da utilização diária de um carro... eu não tenho dúvidas que o 1.2 16v da Fiat é mais lesto que o 0.9tce, mas o fato de ter ali mais binário em rotações baixas faz toda a diferença.
Avatar do Utilizador
By SeteGu
#78378
O que a Acura vendeu nos Estados Unidos não sei... mas para a Honda um 2.0T não é novidade nenhuma.

Mas a filosofia da Honda nunca foi essa, como deves saber... daí só ter sido vendido através de outra marca.
É verdade que ter a disponibilidade de um turbo é muito "bonito"... mas ter um VTEC a roncar até ás 8.500 rpm também é. Aí entramos na questão dos gostos... mas pelo menos a Honda tinha uma filosofia própria... e única...

Eu nem me importo que adicionem um Turbo ao VTEC (até agradeço) mas que se mantenha boa parte da filosofia. Aliás... até se vê muito isso em carros modificados.
Acho que a marca se esfoçou um pouco nesse aspeto mas, ao mesmo tempo, também acho que ainda podia ter feito um pouco melhor.

A Europa é uma gota de água mas ao mesmo tempo é normal que a Honda não queira perder a sua cota de mercado... como qualquer outra marca (salvo daihatsu´s, etc..)...

Nos tempos de hoje vê-se muito esta situação em muitas marcas tradicionais... a Porsche é dos melhores exemplos. Até a Ferrari, salvo erro, já tem um híbrido (acho bem e não acho que belisque a marca), tração integral e carro(s) de 4 lugares (que já é muito mais discutível).

A Toyota talvez ainda seja aquela que se tem defendido melhor contra as "tendências" sendo que também, de inicio, já era a mais "europeia".

EDIT: Nos Diesel é totalmente diferente... e acho que não são 98% mas sim 100. Um diesel sem turbo não é nada... e baixa realmente os consumos.
Avatar do Utilizador
By Pascoal
#78379
A Toyota entrou agora na "onda" com o Auris! 1.2T 116cv para substituir o 1.33 vvti
http://www.autoportal.iol.pt/noticias/novidades/novo-toyota-auris-ja-tem-precos

Pelo que vou lendo, parece-me que a maior parte dos novos "1.0/1.2T" são mais instruidos para o ponto de vista das normas, emissões, CO2 etc... deixando o feeling de condução para 2º plano, e nesse capitulo, dá-me ideia que quem mais vingou foi o 1.0T da Ford.
Avatar do Utilizador
By SeteGu
#78383
http://world.honda.com/news/2013/4131119VTEC-TURBO-Gasoline-Turbo-Engine/index.html

Voltando ao tema:
Km77: Impresiones de conducción Escreveu:No he conducido el Civic Type R en las condiciones necesarias para tener una idea si puede ser el más rápido entre sus rivales en carreteras de curvas. Lo que sí tengo claro es que deja sentir muy bien (mucho mejor que, por ejemplo, un Opel Astra OPC) los apoyos en las curvas y cómo es el contacto de las ruedas con el asfalto a través de la dirección, pues tiene muy buen tacto.

El Honda Civic Type R es de esos coches que dan al conductor oportunidades para alterar la trayectoria de la forma más conveniente en cada caso actuando sobre los pedales y gestionando las transferencias de masas en curva. No me ha parecido que tenga reacciones particularmente exigentes, como ocurría con el anterior Ford Focus RS 2009 (aún no he llevado el Focus RS 2016), pero sí me parece que sus movimientos en curva pueden ser sensiblemente más vivos que, por ejemplo, los de un SEAT León Cupra R.

La rígida suspensión apenas deja que la carrocería se incline en las curvas, incluso en circuito. A mí me parece incómoda pues transmite movimientos muy cortos y rápidos a los ocupantes a poco que el piso no esté en perfecto estado. Es difícilmente soportable para quien no vaya a dar un uso puramente deportivo al Civic Type R y no se sienta joven y vigoroso, especialmente si se activa el botón R Mode, ubicado a la izquierda del volante que incrementa la dureza de los amortiguadores en un 30 %.

La motricidad también me ha parecido muy buena, ya que cuando se acelera con intensidad a la salida de las curvas lentas se nota que el coche gana velocidad con rapidez. Al menos eso es lo que ocurre si el asfalto está seco; no lo he probado en condiciones de baja adherencia. Como suele ocurrir en los coches así de potentes con diferencial mecánico de deslizamiento limitado, cuando se acelera con intensidad en curva desde baja velocidad, hay que hacer ligeras correcciones con el volante debido a la distinta adherencia que tienen las ruedas. Tampoco es un coche que requiera un trabajo muy intenso con la dirección (nuevamente, el Focus RS anterior daba más), pero ciertamente sí más que un coche de tracción total de potencia semejante.

El anterior Civic Type R era un coche muy ruidoso en parte porque los desarrollos de transmisión eran muy cortos, indispensables para aprovechar la potencia de un motor de giro rápido. El nuevo Type R ya no tiene un motor de esas características, y los desarrollos son mucho más largos, pero sigue siendo ruidoso. Se puede distinguir el sonido del soplado del turbocompresor, del escape o el propio ruido mecánico que producen sus partes móviles al girar. Además, también se oye mucho el ruido que produce el contacto de las ruedas con el asfalto e incluso me ha dado la impresión de que hay piezas que en ocasiones (especialmente en retención, pero también al acelerar) que entran en resonancia y producen un ruido molesto.

El motor me ha gustado mucho. No he medido su capacidad de aceleración, pero tiene pinta que va a ser muy buena pues el empuje que he sentido es realmente intenso a alto régimen y contundente en marchas largas. Es un motor que entrega la potencia con relativa rapidez a cada movimiento con el acelerador (no se nota mucho el retraso del turbocompresor en aportar presión de sobrealimentación), si bien creo que no es tan inmediato como los anteriores motores atmosféricos del Civic Type R.

Gracias a que el motor tiene fuerza a todo régimen, no es necesario usar constantemente el cambio de marchas para mantener un ritmo rápido. Sin embargo, he cambiado muchas veces de marcha sencillamente porque el tacto y accionamiento de la palanca invita a hacerlo una y otra vez. Cualquier excusa es buena para engranar una marcha más larga o una más corta haciendo el punta tacón entre medias para mayor deleite. Los recorridos son cortos (Honda dice que son de 40 mm; a mí me parece demasiado poco) y las marchas entran con suavidad, sin necesidad de hacer mucha fuerza. Honda no tiene previsto montar un cambio de marchas automático en parte porque entiende que el manual da más placer o sensaciones deportivas.
Avatar do Utilizador
By SeteGu
#78417
Quanto ao historial de motores Turbo por parte da Honda...

Não sei se é este o primeiro motor turbo da Honda:
Honda City 1.2T 100 cv (1982)

Antes deste ainda houve outras versões do 2.0T com menos potência:
Honda Legend 2.0T 191cv (1888)

De 1998 até aos dias de hoje a Honda produz um 0.7T com 64cv que equiparam inúmeros modelos como o Honda Z Turbo, Honda N-One, Honda S660, etc...

Quanto à Acura adotaram recentemente (2010) um 2.3T de 241cv.
Sei que já tiveram pelo menos um 2.0T há uns anos mas com a saga do novo 2.0T 310cv só encontro referências ao novo motor.

De futuro, com o novo NSX, a Honda vai lançar um V6 Biturbo (híbrido) com mais de 550cv, transmissão automática de dupla embraiagem com 9v e tração integral.
Avatar do Utilizador
By Arad
#78436
Carro de guna com dinheiro. Não consigo gostar disto nem um bocadinho.