Fórum geral
#80002
O que se pode esperar deste modelo? Atirem as vossas opiniões.

É já a 15 de novembro que será dado a conhecer o primeiro SUV da Alfa Romeo. Para aguçar a curiosidade e atrair as atenções, foi divulgado o primeiro teaser do modelo, que deverá chamar-se Stelvio.

A imagem, um convite para a cerimónia de apresentação, pouco ou nada adianta, apenas a silhueta do SUV, cuja estreia está marcada para o Salão Automóvel de Los Angeles.

O Stelvio, que remete para uma montanha em Itália, mas também para um queijo italiano muito popular, partilhará a mesma mecânica do Giulia, bem como os motores 2.2 Diesel e o V6 2.9 biturbo com cerca de 500cv para a versão Quadrifoglio Verde.

http://www.autoportal.iol.pt/noticias/g ... as-curvas/
#80012
Sem um motor adequado, leia-se 1.6 mjet / 1.4tjet não me parece que vá brilhar...

É o segmento da moda onde os premium já assentaram arraiais portanto tudo o resto tem de ser generalista com bom preço e algo que se destaque, senão chapéu.
#80013
Se fosse um C-suv dava-te razão. Sendo um D-suv, acho que face aos Q5, GLC e X3 tem algumas hipóteses.

E quanto às cilindradas, o Mazda CX5 é um exemplo interessante de relativo sucesso.

Se a Alfa Romeo quer assumir-se a 100% como sport premium, não dá para andar a brincar aos 1.4 e 1.6d em carros com mais de 1500kg.

Ok, a Mercedes anda por esses caminhos no classe C, mas o caráter desportivo da AR não é compatível com esse tipo de abordagem.

A Audi tem um 1.4TFSI no A4, mas é residual...
#80014
Por acaso já sabia que tu ou alguém iria fazer esse comentário.

Portanto eu reformulo a minha ideia dizendo que para mim o que está mal vem de raiz, ou seja, este suv devia ser do segC onde seguindo as habituais bonitas linhas italianas iria buscar o público feminino e o masculino por arrasto.

No segD não vai fazer grande coisa, pois pelo preço que vai custar a maioria das pessoas opta por "outra coisa".

Não moro numa aldeia e faço ainda alguns kms e ainda não vim nenhum Giulia, mas mal sairam as Julietas sempre venderam...
#80015
Curiosamente já vi 2 giulias na ilha. Podem ser de serviço, não sei...

Não é uma coisa assim tão impactante, mas em ambos os casos a cor não ajudou. O QV faz com que os normais não sobressaiam.

Sim, o próximo Giulietta tem de trazer o C-suv... Ou então não vende.

Se os alfistas querem coisas especiais, elas vão ter de se pagar com monos de galochas, a Porsche foi a primeira a perceber isso... E fez bem.

Quanto ao stelvio, usa a plataforma do giulia e faz sentido que surja agora. Era urgente um segmento D, desde o final da produção do 159, mais do que um novo giulietta e respetivo C-suv.

Claro que salta à vista o caos no planeamento do grupo Fiat, que devia ser muito mais estruturado e coerente entre marcas. Pelo contrário, tudo o que sai é completamente avulso... Não sei se por falta de dinheiro, se por outra coisa qualquer...

Com 3 plataformas podiam muito bem abranger o mercado todo, criando produtos diferentes consoante as marcas/segmentos. É o que quase toda a gente está a fazer... e alguns até o fazem com apenas duas, que por acaso são só as duas marcas dentro do universo expectável de vendas da AR, se bem trabalhada: Volvo e Jaguar!

O exemplo da Volvo é brutal. Começaram a reciclagem de cima para baixo, com um fantástico S/V/XC90 para dizer ao que vão. A seguir vêm os 60, que não são maus carros (e são bastante bonitos), baseados na mesma plataforma. Por fim, vêm os 40, baseados em plataforma conjunta com a Geely, já com a imagem completamente reciclada e em alta. Tecnologia autónoma de topo, eletrificação da gama e está... Que os chineses continuem a investir dinheiro para os suecos trabalharem, que está certo assim. Até o desinvestimento nos diesel está certo. Bloco 2.0 e acabou, curiosamente com excelentes resultados até na versão de 120cv, que substituiu o bloco Ford/PSA na gama.

Agora anunciam 7 produtos para a AR até 2020... (http://www.motorpasion.com/alfa-romeo/a ... qui-a-2020) Stelvio e mais 6. 2 dos quais, SUV... C-suv e E-suv, certamente. Novo Giulietta, novo segmento E (a canibalizar com o Ghibli?) e mais 2 desconhecidos, provavelmente produtos de nicho.

Há rumores de que o próximo Giulietta será RWD, baseado numa versão encurtada da plataforma do Giulia, vamos ver para que preços vai sair e se o mercado vai valorizar o facto de passar a ser o único segmento C RWD, quando o série 1 passar a ser FWD...
Última edição por Arad em 19 set, 12:19, editado 1 vez no total.
#80016
Estou basicamente de acordo com a maioria do que dizes.

Não há qualquer dúvida que as marcas italianas fazem bem o seu papel nos segmentos médios conseguindo até nos citadinos criar a ideia de um "chic-moda" e isso vende pois a classe média acaba por conseguir compra-los.

O AR Giu vendeu, o 500 e todas as variantes vendem. Não são best-sellers não, mas chegam para mostrar que existem no segmento.
#80017
zetec Escreveu:Estou basicamente de acordo com a maioria do que dizes.

Não há qualquer dúvida que as marcas italianas fazem bem o seu papel nos segmentos médios conseguindo até nos citadinos criar a ideia de um "chic-moda" e isso vende pois a classe média acaba por conseguir compra-los.

O AR Giu vendeu, o 500 e todas as variantes vendem. Não são best-sellers não, mas chegam para mostrar que existem no segmento.


O 500 e derivados tem pago tudo o que a Fiat faz pelo mundo fora, tal o sucesso. Tirou o grupo todo do buraco! O projeto é de 2007 e continua muito atual, também porque as atualizações têm sido cirúrgicas e têm potenciado ainda mais o glamour do carro. Bi-Cilíndrico turbinado, carregado de equipamento, perfeito para o carro em questão. Vai buscar tudo o que o Mini não consegue.

Quanto ao Giulietta, meto-o no mesmo grupo do Bravo e Delta, que ficaram a meio caminho. Só hatchback, nas 3 marcas? Não se faziam derivações SW e/ou SUV? São 3 bons carros, mas que ficaram castrados à nascença por terem só uma carroçaria.

No caso da AR, seria assim tão absurdo ir buscar um pouco deste passado, no que à imagem diz respeito?

Imagem

Imagem

Baseada no Giulietta, com uma secção traseira bem trabalhada para esconder as portas e dar ares de shooting brake, e duvido que não tivesse sucesso...