O dia a dia do seu automóvel aqui relatado em primeira mão e com todos os detalhes
#72796
:shock: :shock:

Muito bom!!! Gabo-te a paciência! Não conseguiria fazer mais de 700kms sem pé pesado... Às vezes vou para o trabalho a pensar "hoje vou devagarinho, sem acelerações bruscas...". Chego a meio do caminho e é do tipo "SAIAM DA FRENTE CAR****!" :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:

Ainda hoje vim de São Domingos de Rana para Lisboa (Olivais) já com o depósito na reserva e vim a desembraiar nas descidas, sem chegar perto da velocidade máxima, reduzir velocidade nas subidas e meter uma abaixo... Oh... Volta e meia lá andava eu a fazer uma ultrapassagem... :roll: Ainda estava a ver que não chegava a casa... :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Acho que a viagem mais paciente que fiz foi Algarve-Lisboa pela autoestrada...100/110 km/h e fiz 4,5l (com duas pessoas, bagagem e AC sempre ligado) num C220 CDI... Foi a viagem mais secante da minha vida... :lol: :lol: :lol: tinha o objectivo de chegar aos 4,5litros para bater o recorde de 4,6 na ida para baixo. Passei a Vasco da Gama com 4,6 e pensei "bolas...não consegui...". Já dentro do bairro eis que o valor baixa para os 4,5l e até pulei de alegria! :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:
#72802
O golf também faz isso!
lolol eh catano! Nada mau para uma máquina com o dobro dos cavalos :mrgreen:


Ainda hoje vim de São Domingos de Rana para Lisboa (Olivais) já com o depósito na reserva e vim a desembraiar nas descidas, sem chegar perto da velocidade máxima, reduzir velocidade nas subidas e meter uma abaixo...
Mas com essa técnica penso que não estás a otimizar o consumo :? Segundo os especialistas a melhor opção é:
Na descida, deixares o carro engrenado numa mudança que permita não acelerar e ao mesmo tempo evitar travar com o travão. E preparar as subidas antecipadamente, para que consigas fazer a subida com menos carga de acelerador.

(Obviamente que há muitas variáveis mecânicas, cientificas, potências e aerodinâmicas, mas nem vou por aí porque não sei explicar lol)

Ou seja, na minha opinião, a ideia base é que o melhor consumo do nosso carro é feito quando: conhecemos bem o carro, quando conseguimos fazer o carro "rolar" sem esforço, quando fazemos poucas cargas no acelerador e juntando a isto, gerir bem a caixa de velocidades.

PS: Tenho pouca paciência para "fazer consumos" este caso foi mais para tentar fazer uma média abaixo dos 4l, que sempre me pareceu que era possível fazer no Yaris, e é. Na minha condução "normal" sem preocupações é um carro que anda facilmente abaixo dos 5l.
#72803
Ainda hoje vim de São Domingos de Rana para Lisboa (Olivais) já com o depósito na reserva e vim a desembraiar nas descidas, sem chegar perto da velocidade máxima, reduzir velocidade nas subidas e meter uma abaixo...
Mas com essa técnica penso que não estás a otimizar o consumo :? Segundo os especialistas a melhor opção é:
Na descida, deixares o carro engrenado numa mudança que permita não acelerar e ao mesmo tempo evitar travar com o travão. E preparar as subidas antecipadamente, para que consigas fazer a subida com menos carga de acelerador.
[/quote]

EH pah já vi essa teoria também mas, pelo que percebi, a diferença de consumo era algo do tipo 0,00001, ou seja, nada de relevante... Mas depois penso que com o carro desembraiado, vai ganhar mais velocidade numa descida do que com mudança engatada e como no final da descida há ou uma subida ou uma estrada plana, se for embalado, mais tarde vou ter de carregar novamente no acelerador...

Também já vi que isso só é aplicável a motores mais recentes, o que não é o meu caso.
#73440
Não percebo porque esse carro ainda não foi vendido... ok que a kilometragem assusta e o preço está algo elevado (500/750eur), mas parece-me um bom exemplar para um toyotista (o dono parece-me toy fanatic)!
  • 1
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13