O dia a dia do seu automóvel aqui relatado em primeira mão e com todos os detalhes
#76317
Interior:

O que mais me impressionou no interior do Jazz II foi o apoio lateral dos bancos da frente... (praticamente inexistente no Jazz I)
Imagem

Uploaded with ImageShack.us

Outra coisa que me chamou à atenção foi a enormidade dos espelhos:
Imagem

Uploaded with ImageShack.us

Imagem

Uploaded with ImageShack.us
Imagem

Uploaded with ImageShack.us

Imagem

Uploaded with ImageShack.us

Imagem

Uploaded with ImageShack.us

Imagem

Uploaded with ImageShack.us

Pena não ter vidros elétricos atrás:
Imagem

Uploaded with ImageShack.us

Imagem

Uploaded with ImageShack.us
#76319
Obrigado Arad, assim espero!

Quando ao carro...

Motor muito suave e silencioso em baixos regimes. O anterior era muito mais brusco na forma como reagia ao acelerador (até porque nem era eletrónico e o motor tinha mais vivacidade em baixas rpm).

O comportamento em curva, do pouco que já vi, parece estar também num patamar bom mas nada de abusos que o carro está na rodagem. :mrgreen:

O conforto é muito maior mas mesmo assim é mais seco do que pensava... é confortável mas sentem-se os buracos... de forma muito mais suave, é verdade... até porque os amortecedores do outro estavam nas lonas.

Algumas "mariquices" no computador de bordo que até são porreiras... o Jazz I não tinha nada disso... As portas fecham-se com muito menos esforço e barulho, os comandos são mais leves/fáceis de manusear, etc...

Para já não há muito mais a dizer...
#76324
as_shariff Escreveu:Está muita castiço! Que boa maneira de começar o ano 2014! ;)
Pela tua descrição, é claramente um carro mais filtrado que o anterior (perfeitamente normal)!

Que "escala" é aquela no mostrador ( 0 - 10 - 20 )!?

Diz em cima (l/100 km) e é o consumo instantaneo.

Foi dia 26 que recebemos o carro, mas como não tinha o portátil nem o cabo de dados não me foi possivel passar as fotos do telemovel para o pc. :mrgreen:
#76374
SeteGu Escreveu:
as_shariff Escreveu:Está muita castiço! Que boa maneira de começar o ano 2014! ;)
Pela tua descrição, é claramente um carro mais filtrado que o anterior (perfeitamente normal)!

Que "escala" é aquela no mostrador ( 0 - 10 - 20 )!?

Diz em cima (l/100 km) e é o consumo instantaneo.

Foi dia 26 que recebemos o carro, mas como não tinha o portátil nem o cabo de dados não me foi possivel passar as fotos do telemovel para o pc. :mrgreen:


Humm... não é muito normal aparecer uma "escala"! Habitualmente são números! ;)

Então e que tal se está a portar? Já chegou aos 5000klm? :mrgreen:
#76390
É uma barra que se "move" atingindo os respetivos valores de consumo instantâneo.

O carro tem andado sempre em cidade e na rodagem... à exceção de ontem. Curiosamente com 1.000 km foi altura de uma viagem em AE para começar a soltar o motor. De inicio pareceu realmente um pouco preso mas com o passar do tempo deu-me ideia que se começou a soltar um pouco...

Em AE (45 km para cada lado) as velocidades foram de 130-150 km/h sendo que a velocidade máxima foi de 153 km/h (148 km/h no GPS). A 140/150 o consumo instantâneo segundo o CB era de 8-9 l/100 mas os consumos nestes primeiros kms ainda estão mais altos do que o que seria de esperar.
O erro do velocímetro a partir dos 120 é de 5 km/h. O do antigo Jazz era menor.
À velocidade de 148 km/h (reais) o motor vai praticamente nas 4.500 rpm em 5ª (caixa mais curta que o antigo Jazz) mas surpreendentemente o motor nota-se menos que na geração anterior a estas velocidades... o carro em si é mais suave/silencioso e acaba por não se notar tanto a velocidade.

Para quem conhece, na maior subida da A15 com 3 pessoas no carro e a quase 140 km/h o carro no final da subida apenas perdeu 3 ou 4 km/h (segundo o GPS, chegando lá acima a pouco mais de 130 km/h) o que é melhor do que o antigo antigo Jazz fazia. Caixa mais curta, motor respira melhor em altas rpm, etc...
De resto... não houve uma única subida em que o Jazz perdesse velocidade em 5ª fosse na entrada da A8 a 110 km/h ou a 120 km/h na IP6 antes de chegar à saída da Serra D´el Rey quer na volta a 110 km/h na passagem do IP6 para a A8.

Em estrada ou entrada para vias rápidas... algumas acelerações até ás 5.000 rpm. O motor até ás 2.000 rpm é amorfo. A partir daí até ás 4.000 rpm começa a ganhar alguma reserva de aceleração... sempre de forma suave, linear, progressiva e silenciosa... o motor tem uma aceleração razoável... não sendo tão boa como a do antigo. O Jazz I respondia muito melhor ao movimento do acelerador e sentia-se algum poder de aceleração logo desde as 1.000 rpm...
Parece ser lá para as 4.000/4.500 rpm que o motor ganha uma sonoridade interessante e aceleração a condizer... desta vez sim... superior á do Jazz I para os mesmos regimes. Não sei se é do i-VTEC (provável) mas se formos ver os números o binário máximo é atingido apenas ás 4.900 rpm :shock: sendo que nessa faixa o motor tem um comportamento muito mais interessante.

De resto apenas salientar que o CB avisou para um baixo nível de combustível com uma autonomia de apenas 40 km :roll: e na realidade não sei se chegava a tanto. :roll:
No outro Jazz dava para fazer quase 100 km sem problemas. :P
#76571
Pouco mais andei no carro mas o que noto é um consumo médio (segundo o CB) algo elevado em comparação ao antigo Jazz apesar de a minha mãe raramente atestar para saber ao certo se faz menos quilómetros ou não (o depósito é igual) mas aparentemente não faz tantos.

O carro tem 3.500 km (mais coisa menos coisa) e os consumos médios em cidade variam um pouco no CB. Já apanhei 6,4 l/100 e também 7,4 l/100 :shock:
Perguntei à minha mãe e tem tido sempre a sua condução habitual por cidade... ontem marcava 7,0 l/100. :roll:

Nunca o antigo Jazz fazia tais consumos... o enunciado nos testes/normas é uma coisa mas a realidade parece ser bem diferente. Mais peso, caixa mais longa e sem o "milagroso" sistema de 2 velas por cilindro (i-dsi - para garantir uma queima mais eficiente) parecem estar a fazer mossa pelo menos em cidade.

O antigo não me lembro de fazer mais de 6,5 com uma condução até um pouco mais agressiva (melhor resposta em baixas rpm). A minha mãe (que conduz o carro diariamente) não tem um pé especialmente leve mas também não é nada do outro mundo... é apenas uma condução "despachada".

Vamos ver se os consumos ainda vão baixar... :roll:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 7